Saturday, March 18, 2006

A Confusão da High Five




Desde primeiro de fevereiro que eu estou em um emprego novo. O emprego é em Las Colinas, no condado de Irving, TX. Acontece que desde de junho do ano passado eu me mudei de Rockville, MD, na área metropolitana de Washington, DC, para Plano, na área metropolitana de Dallas, TX. A mudança foi tão grande que eu levei dois dias dirigindo para chegar por aqui. Minha esposa logo conseguiu um emprego que paga até razoavelmente bem e por um tempo estava mantendo a casa enquanto eu procurava projetos de informática (e malhava para me manter um bom escravo sexual e compensá-la pelo esforço). A sorte mudou em janeiro deste ano, quando eu fui selecionado para trabalhar na empresa do sonho de todo desenvolvedor. Quem me conhece sabe onde estou hoje e quem não me conhece pode imaginar sem muito esforço.

A distância entre minha casa e o trabalho é de 25 milhas, ou 40 km. A estrada é maravilhosa e nada se parece com as estradas brasileiras. Plano é ao norte de Dallas, mais próximo do estado de Oklahoma do que de Austin, a capital do estado. O meu caminho inclui dez milhas sul na US 75 em direção a Dallas. Na saída 21, pego a saída para US 635 (também conhecida Lyndon B Johnson Freeway) oeste. Este entrocamento entre as rodovias é chamado pelo nome pomposo de Texas High Five e é uma confusão de vias (como pode-se observar na foto). Depois são mais 15 milhas até o meu destino. A High Five ainda está em construção, mas o principal já está pronto.

Meu horário inicial era de 9 às 6 com uma hora para almoço. Exatamente no horário de rush na ida. Eu levava entre uma hora e uma hora e meia para ir e cerca de 40 minutos para voltar. Um inferno. Para ver a situação da rodovia agora clique aqui e escolha “US 75 @ IH635-SE1”. Para efeito mais dramático veja a situação às 11h30 da manhã de Brasília (exatamente 8h30 aqui). Eu mudei o horário para 7h30 a 4h30, embora nunca consiga sair antes de 5h30 (normalmente só às 6h). Com isto, passo menos tempo preso no trânsito e mais tempo produzindo. Esta mudança faz com que eu passe entre 1 e 1,5 hora no transito todo dia. Por que eu não me mudo? Por que o trabalho da esposa é a apenas 10 minutos de distância e ela é quem leva e traz a Sofia da escolinha de bebês. Depois que você tem filhos sua vida não lhe pertence mais.

* Todos os comentários depois do post do Contos do Fim do Mundo foram apagados por um problema no índice do blogspot.com. Desculpe qualquer incômodo.

No comments: