Friday, October 28, 2005

Ainda falando de seriado de TV


Eu acabei me associando ao Netflix pouco depois de chegar por aqui. Pago US$ 15.00 por mês e posso ter até dois filmes em casa por vez. O interessante é que recebo recomendações de acordo com a nota que dou a cada filme que assisto. Não sou muito fã de cinema de arte, confesso que acho maioria muito chato, mas adoro filme esquisito do tipo Donnie Darko. Também adoro séries legais de TV como já falei anteriormente.

Graças a estas recomendações aluguei Freaks and Geeks (algo como Galera da Geral e CDFs), uma série que foi bem vista pela crítica, foi indicada a vários prêmios, tem ainda hoje um fã-clube como o do arquivo X, mas que não foi um grande sucesso comercial e por isso só teve uma temporada. Minha esposa e eu assistimos este seriado feito loucos, todos os 18 episódios disponíveis em cerca de um mês. Neste seriado, não vemos os tipos artificiais e glamorosos de outros seriados do gênero. O interessante desta série são as pessoas realmente normais, tais como encontramos durante o colégio. Gente de carne e osso e insegurança de adolescente.


A trama inclui claro, os Freaks e os Geeks:

Geeks
Sam Weir – é o nosso herói. O mais popular dos geeks e o líder. É apaixonado pela Cindy Sanders, uma cheerleader que é um doce de menina. Cindy, é claro, prefere um atleta.

Lindsay Weir – irmã do Sam. É uma geek que é aceita pelos freaks. Acaba namorando o freak Nick, que se mostra o maior grudador. A intenção dela era namorar o Daniel, o freak garanhão.

Os outros Geeks: Neal Schweiber, o engraçadíssimo judeu que um dia deixará de ser Geek e Bill Haverchuck, um quase gigante, completamente desengonçado.

Freaks
Daniel Desario – é o líder dos freaks. Tem um jeito especial para as mulheres e ganha a atenção da Lindsay e da Kim, a namora encrenqueira.

Kim Kelly – uma moça à beira de um ataque de nervo. É a amiga pesadelo da Lindsay e namorada do Daniel: eles se entendem.

Os outros Freaks: Nick, grudento com as mulheres, inseguro, maconheiro e péssimo baterista e Ken Miller, um cínico, com excelente timing para humor.

. . .

E o impagável Sr. Rosso, um ex-hippie que agora é conselheiro escolar.

Para mais sobre a série:
http://www.freaksandgeeks.com

2 comments:

Edge said...

Desperate housewifes...que tesao aquela esposa de lingerie vermelha no comercial da season finale hein?hein?hein? :) ah...Bree Van De Kamp

Hemeterio said...

Eu sou um pobre órfão de Monty Phinton, Porky´s e A Vingança dos Nerds. Como não simpatizar com uma série geek?

Edge! Sou mais a Kelly Le Brock no outdoor que aparece no filme Dama de Vermelho. Po, que cara velho, só lembra de coisas de 1985 pra trás.