Wednesday, January 25, 2006

O ideal ascético




A ciência é uma oficina que exige muito dos que nela se aventuram. A exigência é tanta que suga a humanidade, transmigra o indivíduo em uma espécie de zumbi, uma criatura irreconhecível para os não iniciados. O que difere o homem da ciência em particular e o homem do conhecimento em geral dos seus pares humanos é o ideal ascético. Ele é tão necessário para o homem do conhecimento quanto o é para o homem religioso. É preciso alienar-se dos pormenores da vida comum tanto quanto o religioso precisa alienar-se dos prazeres do mundo terreno. Não pense o menos religioso ou o menos afeito ao conhecimento que esta alienação é algo pesaroso, forçado. Não, o ideal ascético é um modo de vida, ou modo de não vida para quem tem valores mais padronizados, mas o ascético não se sentiria bem levando outro tipo de vida, não pode se imaginar como pai ou mãe de família presente, do tipo que tem bom relacionamento com os filhos, que é amado pelos vizinhos e amigos. O ascético, entretanto, após sua fase de produção, tende a tornar-se um bom pai, mãe, amigo ou amiga, melhor, por vezes, do que os que cultuaram a humanidade durante toda a vida.

7 comments:

Michel said...

Z,

dessa vez eu tive até que ir ver no dicionário:

ascético: [do grego asketikós] - 1. Relativo a ascetas ou ao ascetismo. 2. Devoto, místico; contemplativo.

Agora, sabendo o que significa, eu esqueci o que ia escrever, que droga!

Zarastruta said...

Michel,

Esta foi muito engraçada....

O ponto aqui é que o cientista e o religiosos são da mesma laia, só que com convicções diferentes.

Edge said...

"apos a fase de producao..se torna bom pai ou marido..."

isso e', depois de levar pro matadouro e aliviar a pressao? :)

Hemeterio said...

e ambos, o cientista e o religioso, se apegam a sua fé. Seja ela a transubstanciacao ou que um buraco negro emite particulas.

É claro, às vezes é mais facil conversar com um cientista que com um fanatico religioso.

Melon said...

Até a água em demasia faz mal.
O equilíbrio é a base de tudo!
Owmmmmmmmmmmmmmm

Zarastruta said...

E.

Que mente poluída. Após a fase de produção é quando deixa de ser pesquisador para ser diretor de departamento e virar burocrata.

H.

Tem vezes que é difícil saber quem é quem.

M.

O equilíbrio não existe na natureza (senão por alguns instantes).

Tiago Leite said...

Nietzsche foi um homem de coragem, criticou da grecia helenistica até a ciência moderna. Ele foi o "Super homem"!